Cerveja Batom Vermelho – Catharina Sour

❤ Por Nadhine França
Outubro é o mês do combate ao câncer de mama. E tem como objetivo conscientizar as
mulheres sobre importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Esse ano, confrarias e coletivos femininos cervejeiros de todo país se uniram em torno
dessa causa. A proposta foi fazer uma cerveja temática com o intuito de conscientização e arrecadação de doações para instituições de combate à esse câncer.
Com apoio da Cervejaria Dádiva, onde foram produzidos aproximadamente 1.600L da cerveja nos dias 10 e 11 de setembro. Com insumos da Realli e Levteck e o rótulo da Label Impressões. As confrarias são responsáveis por buscar novas parcerias para divulgação e venda em parceiros locais além de realização de eventos de lançamento.
20180910_090148
Esse é o primeiro passo para construção de uma Associação Feminina Cervejeira, que possua os objetivos em comum desses coletivos femininos cervejeiros.
Os objetivos são: disseminar a cultura cervejeira, fomentar a profissionalização da mulher no meio cervejeiro, promover o consumo consciente, realizar medidas contra o machismo tanto no ambiente profissional, quanto nos ambientes de consumo.

CONHEÇA OS COLETIVOS FEMININOS DA CERVEJA NO BRASIL PARTICIPANTES

APOIADORES:

Cervejaria Dádiva: São 20 mulheres trabalhando na Dádiva, da produção ao financeiro, da liderança à operação. A cervejaria preza pelo equilíbrio entre os gêneros e estão certos de que isso contribui para um melhor ambiente de trabalho. Por isso, incentivam mulheres a trabalharem em áreas tradicionalmente masculinas, e levantam a bandeira do feminismo e da valorização da mulher no dia-a-dia. Esta é a contribuição para a criação de uma sociedade com mais igualdade e respeito.
Levteck: É uma empresa fundada e liderada exclusivamente por mulheres apaixonadas por biotecnologia, especialistas em leveduras de alta qualidade para cervejas. Sempre foi foco da empresa mostrar a importância da valorização da mulher.
Realli Insumos Cervejeiros: A Realli tem a missão de contribuir com o mercado cervejeiro nacional com os melhores insumos e soluções, trazendo conhecimento e ajudando na expansão da cultura da cerveja artesanal. E as mulheres têm um papel fundamental no universo cervejeiro e na construção deste mercado. Uma empresa formada por um time de mestre-cervejeiras e sommelières que contribuem com muito trabalho e conhecimento para crescermos a cada dia.
Label Sonic Impressões: Além da presença de mulheres no seu quadro de funcionários. A Label Sonic acredita que a cerveja artesanal é um novo tipo de indústria, mais colaborativa e sem espaços para preconceitos. E a mulher é papel fundamental neste espaço, como sempre foi historicamente, contribuindo e fortalecendo a cultura cervejeira.

Catharina – A polêmica – Sour

Foi escolhido o estilo por suas características. Moderna, e super em alta no mercado cervejeiro, a Catharina Sour acaba de ser classificada temporariamente como estilo no guia de Estilos BJCP. Ela é uma cerveja:
  • De trigo, leve e refrescante;
  • De alta fermentação;
  • Amargor imperceptível;
  • Acidez assertiva;
  • Destaque no aroma e sabor para a fruta utilizada;
  • Podendo ser complementada por especiarias.

O hibisco é uma planta originária da China, Usada para trazer uma bela cor que vai do rosa ao vermelho.

É um estilo que se pretende agradar à todos que curtem uma boa limonada ou espumantes (pela acidez e carbonatação intensa), com alta drinkability e boa adaptação a vários climas e contextos.

O estilo é feito principalmente usando o método Kettle Sour. Onde o processo da brassagem tem mais etapas.
Após as rampas da mostura é feita uma pequena fervura apenas para diminuir as chances de outra bactéria de desenvolver. A temperatura é diminuída até próximo dos 40° C, onde acontece o inoculo das cepas de Lactobacillus. Fazemos então uma “cama” com CO2 e cobrir com plástico filme para evitar a oxigenação, facilitando o trabalho do lacto.

Monitorando o pH e experimentando é como você vai saber se a acidificação está progredindo. O pH deve atingir cerca de 3.4 a 3.2, que deve demorar de 24 à 48 horas. Uma vez que o alvo do pH é atingido, fervemos o mosto no procedimento normal da brassagem. Em seguida, é adicionado o lúpulo (apenas uma pequena quantidade). Para só então, resfriar na temperatura de fermentação da levedura ale escolhida, com perfil neutro e atenuante.

Batom vermelho foi o nome escolhido como um objeto que representa a importância da valorização da autoestima feminina. Não existe obrigação de se maquiar para se sentir mulher, do mesmo jeito, o uso de longos cabelos. É preciso desconstruir a imagem idealizada da mulher e dar um novo olhar as mulheres reais que estão ao nosso redor.

Com as vendas da cerveja esperamos compartilhar informações básicas sobre a prevenção desse câncer e valorizar a autoestima das mulheres que passaram por processo de mastectomia e quimioterapia. Além de arrecadar dinheiro para instituições que trabalhem com a prevenção do câncer.

Associação Feminina Cervejeira?

A ideia de uma Associação Feminina Cervejeira é antiga, espelhadas na Pink Boots Society, ONG americana com os objetivos consonantes, e julgando necessário um órgão que além de entender as necessidades locais, tenha proximidade com as instituições nacionais. Existem muitas coisas legais para fazermos, algumas ideias são:

  • um banco de currículo e vagas destinadas ao meio cervejeiro;
  • congresso itinerante com palestrantes mulheres referência no mercado para todos do setor cervejeiro;
  • cursos de formação cervejeira e/ou bolsas em instituições de ensino cervejeiro para as associadas;
  • incentivo à pesquisas e projetos de valorização da mulher no universo cervejeiro;
  • realização de eventos;
  • projetos de conscientização de brigadas dos estabelecimentos cervejeiros.

Até o momento somos 21confrarias e coletivos femininos cervejeiros, que mobilizam mais de 470 mulheres diretamente e muito mais de maneira indireta.

20180910_180711

Todas com o desejo em comum de universalizar o mundo cervejeiro de maneira equivalente, independente de gênero.

O final da brassagem não poderia ser diferente. Brindamos com a ELA, uma Barley Wine feita por um movimento semelhante em 2016 que doou para instituições que trabalham contra a violência contra a mulher.

LANÇAMENTO DA BATOM 

Evento de lançamento em Recife dia 24/10 às 18h no Ekaut Läb que fica na Galeria Corta Jaca Av. Conselheiro Aguiar, 3572 – Boa Viagem, Recife – PE.

Vai acontecer um bate-papo inicial com representantes da ONG Guerreiras do Calendário, brindes, sorteio e a DJ Natascha Lux vai tomar conta do som com uma playlist toda especial!

Lançamento

Ela tá linda? Tá! Tá cheirosa? Tá! Tá gostosa? Tá!

Esperamos todos vocês lá!!!!!

Confira também em outras mídias:

Guia da Cerveja

Globo.com

Malte money

Lupulinário

 

Visita à Cervejaria Dádiva

❤ Por Nadhine França

Nas férias em SP tive o prazer de fazer um visita à Cervejaria Dádiva. Foi mais que uma visita, foi um dia inteiro de “estagiária” na fábrica. Conheci e aprendi muito com os Cervejeiros Guilherme, Evandro e a Gabi. Além de quebrar praticamente todas as minhas unhas carregando os sacos de malte… Vamos conhecer um pouco mais dessa cervejaria super premiada e com lançamentos cada dia mais maravilhosos?

Me acompanha…

20180524_112436

Dessas panelas saem em média 80 mil litros mês. Sendo parte da própria cervejaria, parte das muitas cervejarias ciganas que aportaram por lá. Como a Treze, Dogma, Japas, Everbrew, BoldBrew… a lista é grande… e você deve reconhecer alguns desses nomes pelas cervejas boas né?

20180524_120907

No dia que fui, peguei o final da brassagem de uma cerveja que usava a técnica de hopback – Técnica que consiste em adicionar lúpulo após whrilpool e antes do resfriamento. O calor extrai bem os óleos essenciais e o resfriamento logo em seguida facilita a retenção máxima de compostos voláteis de aroma do lúpulo que normalmente seriam perdidos. Pode substituir ou complementar o dry-hopping.

20180524_120941

Muitas experimentações em madeiras brasileiras além das já famosas cervejas envelhecidas em barril da cervejaria e das suas ciganas. Inclusive, recentemente foram lançadas as novas Odonatas: #7 envelhecida em barricas de Jaqueira de dulçor presente, aroma que lembra frutas maduras e sabor marcante; #8 é envelhecida em barricas de Jetiquibá que carrega uma variedade de aromas de frutas vermelhas e roxas, além de uma certa acidez; #9  barricas de Bálsamo, versão que traz toques herbáceos intensos e mentolado, contrastando com o torrado e amargor de uma Russian Imperial Stout e #10 na nossa conhecida Amburana entregando notas de canela e baunilha.

 

 

Quem toma muita Dádiva, sabe que boa parte das cervejas feitas na Dádiva são envasadas em latas, e é essa amiguinha aí que faz esse trabalho. Nós já falamos um pouco sobre as vantagens da lata à um tempão atrás AQUI.

20180524_165633

 

20180524_165826
Essa é a Yellow Tart um amorzinho de cadela que povoa a área da cervejaria (assim como tantos outros) e a galera da cervejaria cuida ❤
20180524_165906
Essa é a parte de escritório, onde fica a galera da criação

Além da Cervejaria Dádiva também se aloca nos galpões a Distribuidora Dádiva, que trabalha com várias dessas cervejas feitas aqui, de outras cervejarias, além de Gin… entre outros.

20180524_165955
Uma câmara fria apenas gigantesca

A parte mais legal com toda certeza foi participar do processo de produção da cerveja. Mas na realidade é bem estigante todo os processos dentro da cervejaria. Desde separar os ingredientes das próximas receitas (leia-se carregar sacos de malte), moer os grão ( leia-se levantar sacos de malte), programar as rampas, tensão com problema de válvulas, adicionar lúpulo, resfriar, adicionar as leveduras, ver a viabilidade e contagem de leveduras no laboratório (Obrigada pela aula Letícia!!!!), fazer CIP – Clean in place, ou seja, “vamo limpar isso tudin”!

O processo de CIP (ou cipar na gíria cervejeira) possui ciclos. Os mais comuns para uma seqüência de limpeza completa utilizando CIP, podem ser definidos como:

Enxágue

Este ciclo requer água circulando pelo sistema todo a uma temperatura recomendada de 40ºC.

Banho com agente alcalino

Este ciclo requer agente alcalino na concentração pré determinada circulando pelo sistema todo a uma temperatura recomendada de 80ºC.

Enxágue intermediário

Este ciclo requer água circulando pelo sistema todo a temperatura ambiente e tem a finalidade de remover a maior parte do produto alcalino remanescente no sistema para que não diminua a eficiência do agente ácido.

Banho com agente ácido

Este ciclo requer agente ácido na concentração pré determinada circulando pelo sistema todo a uma temperatura recomendada no maior que 40ºC.

Enxágue final

Este ciclo requer água circulando pelo sistema todo a temperatura ambiente e tem a finalidade de remover todo e qualquer vestígio dos produtos utilizados nos ciclos anteriores.

Fique atento! Isso serve para nos lembra-nos à importância da limpeza no nosso processo cervejeiro caseiro. Escolha seu sanitizante de preferência e de acordo com o material sempre sanitize tudo. Contaminação é um dos problemas mais comuns na produção caseira.

 

Outra coisa maravilhosa de trabalhar na fábrica é o cheiro… Não tem como não trabalhar feliz com esse cheirinho maravilhoso.

A segunda Brassagem que acompanhei foi de uma Russian Imperial Sout de uma das ciganas da fábrica. Um dos meus estilos favoritos…deu pra sentir o nível de felicidade né?

20180524_171943

Final de expediente

…vamos comemorar um dia intenso de aprendizado… Com duas das novidades da Dádiva: a Point of View, cerveja foi feita em colaboração com a dinamarquesa Amager Bryghus. Essa RIS – Russian Imperial Stout é uma cerveja intensa, forte e escura, que leva goiabada em sua receita, em versão com adição de coco (rótulo branco) e sem adição de coco (rótulo preto). Ambas maravilhosas, a versão sem coco ganhou prêmio de Best of show no Mondial de la Biere SP 2018

A outra é uma das 4 cervejas feitas pro aniversário de 4 anos da cervejaria a Quadre Rouge é envelhecida em barrica de vinho Merlot/Tannat e é uma delícia.

Por fim …Quero agradece à Luiza Tolosa e Victor Marinho pela oportunidade e parabenizar por essa fábrica incrível que vocês  construíram.

Não vejo a hora de voltar por aí e tomar as novidade!

Beijos envelhecidos em barrica de Merlot!