Apolo Beer Cafe e o Trio Quatro Cantos

Por Marias Bonitas

Dia 21 de janeiro será o grande dia do “Que Malte Pergunte… Tem Limão aí?”. O maior evento de cervejas artesanais cítricas que Recife já viu!

30 rótulos, 5 litros por pessoa, brincadeiras cervejeiras, uma galera massa e hambúrguer da Kwai.

Tá fazendo o que aí que não comprou o ingresso ainda? Clica aqui.

whatsapp-image-2016-12-07-at-16-17-12

Já falamos algumas vezes em harmonizações, aqui neste blog cervejeiro querido. ❤

E hoje, inspiradas pela nossa visita ao APOLO BEER CAFE durante a gravação do Podcast Cervejaterapia, e por essa pegada cítrica que a gente anda divulgando desde o mês passado para o Que Malte Pergunte… Tem Limão aí?, P-R-E-C-I-S-A-M-O-S compartilhar uma dica de harmonização que também estará presente no QMTP.

14516514_1150896438299306_7907464045681056309_n

Imagina um hambúrguer suíno (80g), com cubos de abacaxi, cream cheese e raspas de limão… 😉

Imaginou? Agora realize o Trio de Mini Burguers Quatro Cantos harmonizando com  a 4 All (American Wheat) da Patt Lou ou a Witbier da Debron e a da Ekäut, ou ainda com as várias cervejas caseiras que levam limão em sua preparação e que estarão presentes no QMTP.

111111
Foto: Divulgação Apolo Beer Cafe

Pedimos para o Raphael Vasconcelos, sommelier de cervejas e um dos sócios do Apolo Beer Cafe, descrever como seria essa harmonização:

O sabor ácido e adocicado do abacaxi vai aparecer bastante junto com os sabores da cerveja, contrastando com o salgado do queijo e do tempero do hambúrguer suíno. Vai ficar sensacional!. De fato o  Hambúrguer Quatro Cantos será um excelente acompanhamento para cervejas cítricas e as boas conversas do Apolo Beer Cafe”. – Raphael Vasconcelos

Não temos dúvidas, Rapha! 😉

apolo_logo-01

  • Endereço: R. do Apólo, 164 – Recife, PE, 50030-220
  • Telefone: (81) 3088-8091

Horário de funcionamento para excelentes conversas, ótimas comidas e cafés incríveis:

  • De segunda a quarta entre 12:00 e 20:00h
  • Quintas-feiras entre 12:00 e 22:00h
  • Sextas -feiras entre 12:00 e 00:00h
  • Sábados entre 18:00 e 00:00h

whatsapp-image-2016-12-16-at-12-52-25

LevTeck Tecnologia Viva

Por Gabi Ramos

Fazer cerveja não é apenas comprar insumos e repetir uma receita. É um técnica que envolve muito estudo e dedicação. Além de buscar informações sobre processo, você deve conhecer os insumos que está utilizando.

mbb-76

Já fizemos um post que falava um pouco sobre as leveduras, agora vamos te explicar toda tecnologia envolvida para que elas cheguem atÉ você da melhor forma, para isso, conversamos com A Drª. Gabriela Müller da levTeck!

gabriela-menor1. O que é a LevTeck ?

A Levteck Tecnologia Viva é uma empresa de biotecnologia que produz fermentos líquidos, kits para controle de qualidade microbiológica de cervejarias, realiza analises físico químicas e micribiológicas de cervejas. É uma empresa que tem a capacidade de fornecer todas as ferramentas de controle para aumentar a qualidade das cervejas produzidas e produz um dos insumos mais importantes para a fabricação de cervejas, que é a levedura.

logo_levteck_ok-01

A empresa foi criada em janeiro de 2016 devido a um espaço de mercado da grande demanda das empresas em realizar controle de qualidade, que é uma coisa que poucas pessoas se importavam até pouco atrás e hoje todos entendem essa necessidade, mas não existiam formas práticas e rápidas, como kits que pudessem auxiliar nesse controle, sem a necessidade de um grande investimento em laboratório. Sendo assim, as cervejarias não precisam investir grande valor em laboratório, e conseguir utilizar os kits fornecidos pela LevTeck.

2. O que é um banco de leveduras?

Um banco de leveduras, é uma coleção de leveduras. Quando se reúne diversas cepas que são isoladas de diversos locais, em determinados momentos, essas leveduras são armazenadas em freezers a uma temperatura de -80ºC ou em containers de nitrogênio, afim de que essas leveduras permaneçam com alta estabilidade genética e congeladas até seu uso. Esse congelamento é possível contanto que se use um crio protetor e fique numa temperatura de -40 a -80 ºC, sendo um armazenamento por tempo quase indefinido.

3. Qual a importância do controle microbiológico para a cervejaria?

Controle microbiológico na produção de cerveja é importante para:

  • ter o conhecimento de quais microorganismos estão presentes na etapa de produção;
  • saber se a limpeza estará sendo feita de forma adequada,
  • saber se se o reagente utilizado na sanitização é eficiente;
  • conhecer os pontos críticos e verificar se eles estão sendo limpos;
  • evitar que ocorra perda de produção ou modificação do produto durante o tempo de prateleira.

4. Quais as vantagens de utilizar levedura lÍquida?

Uma das vantagens da levedura líquida é que não precisa hidratar, é só homogeneizar e jogar no mosto. No caso do sachê para o cervejeiro caseiro, este já vem com 200 bilhões de células, o  que é suficiente para fazer 20 litros de uma cerveja com mais ou menos 1.054.

Além de não precisar hidratar, outra vantagem é o tempo do inicio de fermentação, que é mais rápido. A grande vantagem de utilizar LevTeck é que temos cepas selecionadas de bancos internacionais e algumas delas com características diferentes das comerciais. Por exemplo: a German Ale, não tem nenhuma semelhante das liofilizadas e a American Lager que fermenta de 14 a 18 ºC.

Escolhendo as leveduras líquidas, você tem mais opções e utiliza um produto nacional e fresco, garantindo que a levedura tenha menos de três meses de produção, além de ter um preço bastante competitivo

5. Quais tipos de leveduras A LEVTECK OFERECE?

Possuímos 8 tipos de leveduras:

  • American lager
  • German lager
  • American ale
  • English ale
  • German ale
  • Farmhouse Saison
  • Abbey 
  • E levedura para cerveja de trigo.

Escolhemos essas 8 cepas para abranger o maior numero de estilos possíveis.  Estão também no nosso portfólio os Lactobacillus buchneri,  Brettanomyces bruxellensis e lambicus.

unnamed

Você pode encontrar mais informações sobre a LevTeck no site e comprar os produtos através da loja virtual.

Quando utilizar as leveduras, não esquece de contar o resultado pra gente!

whatsapp-image-2016-12-16-at-12-52-25

Cervejas Cítricas no BeerDock

Por Gabi Ramos

Vem chegando o verão… 😎
Fala sério, tem algo que combine mais com o verão do que cerveja?

whatsapp-image-2017-01-04-at-12-18-43

E nesse verão, vocês já sabem: vai rolar o Que malte pergunte… Tem limão aí?,  que promete ser a festa mais linda do ano!

Pra vocês que, como nós, já estão ansiosos, fizemos uma lista de cervejas com caráter cítrico para ir entrando no clima da festa!
sem-titulo-2

Tupiniquim Weiss Maracujá 

Toda refrescância e leveza de uma verdadeira weiss, adicionada do caráter cítrico e tropical do maracujá.

Funk IPA

Uma session IPA para aqueles dias quentes. Com baixo teor alcoólico e um pancadão de aromas provenientes do lúpulo, que remetem a maracujá e melão.

Tupiniquim Frutas de Jardim Framboesa

Uma saison fermentada com Bretta e adição de polpa de fruta. Acidez e dulçor que se complementam trazendo uma experiência incrivelmente refrescante.

Walls Reticulata

Como toda witbier que se preze, apresenta corpo leve e boa carbonatação, com notas cítricas realçadas pela adição de laranja mexerica.

Beijos de corpo

Essa saison leva adição de frutas vermelhas, que garante uma aroma elegante e aumenta a drikability da cerveja.

Matsurika

É uma bohemian pilsener que tem adição de jasmin em sua receita. Toda leveza e refrescância do estilo adicionado de um toque delicado dessa flor.

Walls Session Citra

Como o nome já diz, uma session IPA feita com lúpulo citra. Intenso aroma e sabor de frutas amarelas como manga rosa e maracujá.

Caramba

Uma saison que leva em sua receita a carambola, como ingrediente local. Traz leve acidez típica do estilo, final seco e presença sutil e perceptível da fruta.

Michelada Bill

Uma sour ale que transita entre a witbier  e a gose, com alta drinkability. Adicionada de limão thaiti e sal do Himalaia, te entrega notas ácidas e refrescantes.

Deu vontade? Então passa lá no BeerDock e aproveita pra conhecer essa casa que é sucesso nacional! Eleito como uma das melhores cartas de cerveja do Brasil, a casa conta com mais de 200 rótulos e 15 torneiras de chopp, uma decoração linda e um cardápio com comidinhas maravilhosas.

boneco

Como chegar?
R. desembargador Luís Salazar, 98 – Madalena, Recife
Que horas chegar?
Segunda-feira   Fechado / Terça-feira  17:00 às 00:00/ Quarta-feira  17:00 às 00:00/ Quinta-feira  17:00 às 00:00/ Sexta-feira  17:00 às 01:00 / Sábado  12:00 às 01:00/   Domingo   12:00 às 19:00

whatsapp-image-2016-12-16-at-12-52-25

Que malte pergunte, você sabe deixar a sua cerveja cítrica?

Por Marias Bonitas

Olá cervejeiros(as) caseiros(as)!

Como vocês já devem saber, o “Que malte te pergunte, tem limão aí?” contará com cervejas cítricas, enviadas pelas cervejarias e cervejeiros caseiros de Pernambuco e convidados. Então para te dar uma ajudinha na confecção da receita passamos na Villa do Malte , levantamos a lista de lúpulos cítricos de lá e preparamos um verdadeiro guia para cervejas cítricas. Confere aí!
hop

Citra

Quer acertar no aroma cítrico? Use o Citra! O nome já diz tudo e além de extremamente cítrico ele confere aroma frutado que remete a: grapefruit, lima, melão, lichia, physalis, manga. Essa linhagem de lúpulo americano é proveniente do cruzamento de diversos outros lúpulos como Hallertau Mittelfreuh, U.S, Tettnanger, E.K, Goldings.
Substitutos: Amarillo, Galaxy
Cervejas que usam este lúpulo: Route 66 da Cervejaria Estrada (PE),  Capunga Cumade Florzinha (PE), Session Citra (Wäls)

grapefruit untitled beneficios-do-melao8-beneficios-da-lichia-para-a-saude-1physalis-import-export  manga-500x424

Amarillo

O Amarillo é o lúpulo de aroma queridinho dos cervejeiros. O seu aroma floral e cítrico (lembrando maracujá e laranja) é encantador. Apesar de ser relativamente novo no mercado, tem se tornado difícil de encontrá-lo, devido a problemas nas últimas safras. Às vezes é descrito como “super-cascade”.
Substitutos: Ahtanum, Centennial, Cascade
Cervejas que usam este lúpulo: 4All American Wheat da Cervejaria Patt Lou (PE), Way American Pale Ale Single Hop Amarillo

fruta10laranja-300x266

Sorachi Ace

A combinação entre Saaz e Brewr’s Gold não poderia ser mais feliz. Cultivado em quantidades limitadas nos EUA, o Sorachi foi desenvolvido pela japonesa Saporo em 1970 e disponibilizado para produção e comercialização nos USA em 2006. Com seu  traço agradável e refrescante de limão (com notas de chá e sementes de coentro) pode ser uma excelente escolha para saisons, IPAs e cervejas de trigo, seja para amargor (alto teor de alfa-ácidos) e aroma (ato teor de óleos aromáticos).
Substitutos: Não encontrado
Cervejas que usam este lúpulo: Perro Libre Sorachi Berliner Weisse, Brooklyn Sorachi Ace

limaounnamed

Equinox

O equinox é novo no mercado e é o lúpulo de aromas cítricos e herbais que lembram limão, lima, mamão papaia, maçã e pimenta verde. Graças a sua capacidade aromática é uma boa escolha para dry hoppings.
Substitutos: Não encontrado
Cervejas que usam este lúpulo: Dogma Equinox Lover

limaountitledmamao-madurodownloadpimenta-serrano-1344872175254_956x500

TNT

Consegue imaginar um lúpulo alemão tão cítrico? Pois é, o TNT  tem sido usado para substituir o Nelson Sauvin no mercado. Este lúpulo confere aromas de maracujá, uvas e frutas doces. Pode ser usado para aroma ou para amargor. Uma ótima escolha para IPA’s, Pale Ales e Sessions cítricas em geral.
Substitutos: Nelson Sauvin (mas por experiência própria, ele deixa um aroma leve de mamão que pode ser bem desagradável dependendo do gosto do cervejeiro).

fruta10mamao-madurocomo-emagrecer-comendo-uvas-verdes

Pekko

O americano Pekko tem seu nome originado do Deus dos campos e das safras. Apresenta características claras de notas florais, cítrico e mentoladas que lembram melão, abacaxi, pêra, pepino, hortelã, ervas e toque de limão. Maravilhoso não é?
Substitutos: Não encontrado
Cervejas que usam este lúpulo: Stone Old Guardian 2016 – Pekko Dry-Hopped

beneficios-do-melaoabacaximuda_de_pera_d_agua_ou_europeia_1m_enxertada_676_1_20160122173052hortellimao

 Chinook

O Chinook é moderadamente cítrico (grapefruit), de amargor forte e se usado no fim da fervura confere aroma herbal e resinoso (pinho picante), porém, às vezes, pode agregar um aroma de fumaça. oO’.
Substitutos: Columbus, Galena, Nugget e Brewers Gold
Cervejas que usam este lúpulo: Dama Bier Session Lager, IPA Puta Que Pariu (Cervejaria Aqueles Caras).

grapefruit

Mosaic

Mosaic é uma variedade de lúpulo aromático originado através do cruzamento do Simcoe  com o Nugget. Lançado em 2012, o mosaic oferece uma combinação única e complexa de traços de frutas tropicais, floral e terrosa.
Substitutos: Não encontrado
Cervejas que usam este lúpulo:Dogma Mosaic Lover Imperial IPA, Founders Mosaic Promise IPA.

slide-frutas

Cascade

Cruzamento de um casamento perfeito entre entre o Fuggles e o lúpulo Russo Serebrianker, o cascade é bem famosinho pelas suas características aromáticas cítricas, florais, de especiarias, picante e grapefruit. Bastante indicado para dry-hoppings, é tão versátil que pode ser utilizado em cervejas de simples a complexas.
Substitutos: Ahtanum, Centennial, Amarillo.
Cervejas que usam este lúpulo: Ekäut American Pale Ale (PE), Maracatu IPA da Cervejaria Patt Lou (PE), Leffe Royale Cascade IPA

grapefruitlimaountitled

 Columbus

O Columbus é bastante usado para aumentar consideravelmente o amargor. Porém, devido ao seu perfil aromático é um excelente candidato para experiências de “single-hopped” em Pale Ales e IPA’s. Apresenta um excelente perfil aromático e notas terrosas, picantes e citricas são notadas.
Substitutos: CTZ, Chinook, Galena e Nugget.

limaolaranja-300x266unnamed

Todos estes lúpulos vocês encontram na Villa do Malte, assim como uma variedade de maltes, leveduras e equipamentos cervejeiros. A galera lá é altamente capacitada para te ajudar a dar aqueles ajustes na receita. Ah, e se você for fazer cerveja pro nosso evento, ganha 5% de desconto nos insumos lá!

Villa do Malte
R. Profª. Ângela Pinto, 59 – Parnamirim, Recife – PE.
Próximo ao Shopping Parnamirim.
whatsapp-image-2016-12-16-at-12-52-25

 

 

 

 

 

#Publipost

Retrospectiva 2016

Por Marias Bonitas

Olá Cervejeiras(os)!

Esse ano foi bem intenso para a Confraria! Apesar de 2016 estar sendo um ano complicado para o nosso país em vários aspectos, nós compartilhamos momentos  maravilhosos na companhia de pessoas incríveis e superamos as nossas expectativa em várias ocasiões.

Agradecemos a todas as cervejarias, lojas, empórios, bares e restaurantes que nos apoiam em nossas ações e que levantam as nossas bandeiras junto com a gente, seja lá onde for.

————-RETROSPECTIVA——————

Deixamos de ser duas, para sermos quatro e em seguida sete. Mas a verdade é que atualmente somos mais de 30 (alow BeerX) o/.

sem-titulo14517531_1651612828463567_8468165939703230957_n

Vimos o nascimento das cervejarias pernambucanas: Ekaut, Estrada, Duvália, Pernambucana, Babylon e da nossa querida Patt Lou que nos abraçou tantas vezes em nossos projetos malucos e cheios de significados. ❤

Fomos convidadas e marcamos presença em vários eventos:

Momento Jabá
Para mais convites maravilhosos como estes: mariabonitabeer@gmail.com

Criamos a nossa marca que representa toda a identidade do nosso grupo. Mulheres fortes, desbravadoras e que com muita responsabilidade fomentam a cultura da cerveja na nossa região.

12768376_1568693106755540_1164913222122989670_o

Organizamos uma brassagem coletiva no dia internacional da mulher pela Pink Boots Society, que nada mais é do que a MAIOR BRASSAGEM COLETIVA DO MUNDO, organizada e executada apenas por mulheres com a finalidade de financiar bolsas de estudos para mulheres que ganham a vida em negócios cervejeiros se capacitarem e se empoderarem.

12799442_1571279449830239_5794482652937764345_n

12795341_1570567726568078_8398409448256394040_n

Fomos cúmplices da criação do movimento ELA (Empoderar, Libertar e Agir) em um coletivo nacional que além de denunciar ações machistas no meio cervejeiro, enaltece o trabalho da mulher cervejeira e visa alimentar a discussão sobre o assunto através da informação.

dsc_0156

dsc_0218

Algumas de nós nos tornamos Sommelières pela Academia Babante com certificação pela Doemens Akademie…

sem-titulo

E para fechar o ano, em nossa primeira participação em um concurso de cervejas artesanais, ganhamos o primeiro lugar na categoria English Brown Ale com a nossa La Belle D’Jour na maior festa da ACERVA-PE e na presença do John Palmer. UAU!

concurso hoptoberfest

Mas temos muuuuita energia ainda! Esse mês já brassamos 3 cervejas e antes de acabar o ano, ainda faremos mais…

 

Mas… para que tanta brassagem?

Bom, ainda não podemos dar Spolier no momento! Então aguardem os próximos posts!

Beijos lupulados!

 

Outubro Rosa – Se toque!

Ei! Se toque aí! O mês de Outubro ainda não acabou! Então aproveita as campanhas do Outubro Rosa nas instituições de apoio e se cuide! Se toque! Se ame!
A prevenção sempre será a sua melhor arma! 😉
Um brinde a nossa saúde!

14690919_1659477857677064_3954539774117510340_n

A Organização Mundial da Saúde estima que, por ano, ocorram mais de 1.050.000 casos novos de câncer de mama em todo o mundo, o que o torna o câncer mais comum entre as mulheres.
No Brasil, não tem sido diferente.

Então que tal ligar para o(a) médico(a) e marcar uma consulta?

autoexame

Em Pernambuco temos algumas instituições de renome que prestam apoio às mulheres:

A Casa Rosa tem uma estrutura de apoio às mulheres que queiram fazer o exame de mamografia, tudo gratuito.
Link da Casa Rosa sobre o movimento:
https://www.facebook.com/casarosaong/
http://www.diariodepernambuco.com.br/…/ong-casarosa-oferece…

O HCP e o IMIP tem toda uma rede apoio à prevenção e tratamento do câncer de mama na rede estadual.

Link do HCP-PE sobre o movimento:
https://www.facebook.com/sigahcp/
http://www.hcp.org.br/index.…/outubro-rosa-sobre-o-movimento

Link do IMIP sobre o movimento:
https://www.facebook.com/IMIP-Pernambuco-220190008029777/

Vamos Pisar o Chão da Duvália \o/

❤  Por Marias Bonitas

Tem uma tradição no interior que quando uma família constrói uma casa nova, muitas vezes chama os vizinhos e amigos pra um “fuá” para festejar a conquista e, também, para ajudar a “pisar o chão” da casa que normalmente é de terra batida. Bom, a ideia do pessoal da Duvália é bem essa: “queremos que vocês passem por aqui na nossa Microcervejaria para nos trazer energias positivas pisando no nosso chão!”.

Quando: sábado dia 03/09. Entrada: franca.

Onde: Cervejaria Duvália – Rua Duvália, nº 92, Jardim Atlântico, Olinda/PE.

O que vai rolar: abertura da casa para receber os amigos em um dia bem bacana, com visitação à fábrica, chopes (300, 500 e 700ml) e litro para enchimento de growler com preços especiais, DJ fazendo o som, foodtrucks, arte e só gente do bem.

Vamos tod@s!!!
Abra sua mente, experimente novos sabores! Prost! Cheers! Saúde!

Evento_Pisar o Chão

Quer anunciar no blog da Confraria Feminina de Cervejas? Entre em contato através do email: mariabonitabeer@gmail.com

Sobre Ales e Lagers

❤ Por Gabi Ramos

Se você trabalha com cervejas ou costuma conversar sobre isso com seus amigos, em algum momento já se deparou com a pergunta “em que momento adiciona o álcool?”. Esse é daqueles momentos em que a gente se arrepende de ter cochilado na aula de química rsrs!

Bom, o álcool não é adicionado, ele é produzido por uns serumaninhos microrganismos que chamamos de leveduras. Mas não é só na gente que essas leveduras pregam peças, quando a cerveja começou a ser produzida as pessoas não tinham conhecimento desse processo de produção de álcool, elas sentiam o efeito inebriante daquele líquido e achavam que tal bebida era um presente dos deuses para a humanidade. Na Alemanha em 1516 criou-se uma lei que determinava que a cerveja deveria ser pura, ou seja, em sua receita só poderia ser utilizado lúpulo, água e malte. Só no século XVII é que Louis Pasteur através de estudos sobre bebidas fermentadas conseguiu provar a existência desse “quarto elemento” e a lei foi modificada para (lúpulo, água, malte e leveduras) .

De forma simplificada, as leveduras são como artistas que pegam a matéria bruta (açúcares fermentescíveis) e transformam em uma obra de arte (álcool).

Claro que ocorrem várias reações químicas nesse processo, mas não vamos nos apegar a isso, precisamos saber que isso é um resumo, uma vez que a fermentação vai muito além do álcool. Outros compostos são formados nessa etapa e eles que fazem da levedura a grande estrela de todo o processo de produção de cerveja.

As leveduras são divididas em duas grandes famílias as Ales e Lagers. No grupo das Ales estão as leveduras que trabalham em temperaturas mais elevadas, geralmente têm um perfil aromático intenso e contribui com na formação dos aromas e sabores da cerveja. Já as Lagers são leveduras mais tímidas, que trabalham em temperaturas mais frias e não interferem muito nas características sensoriais do produto, deixando o protagonismo dos aromas da cerveja para o lúpulo e o malte.

Além desses tradicionais tipos de levedura existem as leveduras selvagens, que irão se encaixar em alguma das famílias de acordo com a temperatura que vá fermentar o mosto. A grande diferença é que nesse caso, a levedura não é adicionada pelo cervejeiro, ela está presente no ambiente e é inoculada de forma natural (o líquido em contato com o ar). Essas leveduras têm um perfil sensorial bem peculiar, que dão à cerveja uma acidez mais elevada do que o paladar comum está acostumado e aromas inusitados como notas que lembram fazenda, animais e ainda toques de especiarias.

Ultrapassando os limites do torrado e do amargo, as cervejas apresentam uma série de características que devem ser conhecidas e exploradas!

 

Aero Beer – Semana dos pais

❤ Por Marias Bonitas

Já estão sabendo do evento que está acontecendo no Aeroporto Internacional do Recife?

Foto: Divulgação Beba Local
Foto: Divulgação Beba Local

As cervejarias pernambucanas aterrissaram no 1º piso, entre os embarques norte e sul e entre os dias 10 a 14 de agosto, das 11h às 22h, vocês poderão conhecer as melhores cervejas da maior Mostra de Cervejas Pernambucanas em linha reta do mundo!

Foto: Divulgação Beba Local
Foto: Divulgação Beba Local

O evento pretende fomentar a cultura cervejeira com a venda de cervejas locais (em chope e garrafa) e para tal escolheu a semana dos pais para proporcionar dois dias de palestra (10 e 11 de agosto entre 17h e 20h), degustação, harmonizações e apresentações musicais.

Confiram abaixo as cervejarias participantes e a programação das palestras:

13923373_579063465611533_2227108972725728885_o

 

@cervejababylon @capungabeer @debronbier @cervejaduvalia @ekautcervejaria @cervejariaestrada @cervejariapattlou

Ontem rolou até sorteio de um kit de garrafas da Patt Lou, Ekaut, Capunga e Babylon na linda ecobag da Patt Lou!

Foto: Divulgação Beba Local
Foto: Divulgação Beba Local

Beijos lupulados! 😉