Ir para conteúdo

Como Fazer uma Cerveja Impura?

Por Nadhine França

dscf0377
Cerveja Satan na loirasdebigodes

 

Vamos fazer cerveja com maldade…

O Edital pro “Que Malte Pergunte… tem cerveja pura aí?” saiu na semana passada AQUI.

E vocês viram que o contra ponto para as cervejas da Lei da Pureza são cervejas que tenham em sua composição, no mínimo 3 ingredientes a mais do que os permitidos nesta Lei.

Vamos falar um pouco sobre as possibilidades…

ADJUNTOS (amiláceos) milho, arroz, centeio, mandioca, sorgo, aveia, xarope de maltose

Imagem: Geday do Brasil

Fiquem atentos, pois os adjuntos fontes de amido, só podem ser diretamente adicionado ao malte quando sua temperatura de gelatinização for inferior àquelas utilizadas durante a mosturação da cerveja!!! Caso contrário é preciso fazer uma gelatinização prévia objetivando expô-lo às enzimas presentes no malte.

ESPECIARIAS canela, cravo, anis estrelado, baunilha, nibs de cacau, café, gengibre, pimenta, zimbro, camomila, erva-doce, semente de coentro…

Imagem: Tulsiindian Cuisine

Estas são algumas das possibilidades. A maioria dessas podem ser adicionadas no final da fervura,  prevenindo assim o risco de contaminação, em contrapartida, pode reduzir a contribuição de aroma e em alguns casos pode trazer adstringência. Outras especiarias podem se beneficiar mais em adições posteriores como durante o fim da fermentação, na maturação ou no envase onde a cerveja já vai está saturada de álcool e lúpulo, portanto o risco de contaminação permanece pequeno.

FRUTAS E VERDURAS Manga, Goiaba, Limão, Laranja, Acerola, Cajú, Cajá, Pêssego, Abacaxi, Carambola, Pepino, Tomarilho…

São infinitas as possibilidades. As frutas podem ser adicionadas in natura, polpa, suco, geléia, xarope… Também pode ser adicionada no fim da fervura, fermentação, maturação ou até mesmo no serviço, como é o caso de xaropes que são adicionados na Berliner Weisse tradicionalmente. O cuidado aqui é com o açúcar da fruta. Se você não contar com ele pode ter uma cerveja muito mais alcoólica do que o esperado ou até uma surpresa nada agradável na refermentação por exemplo, já vimos garrafas explodirem na mão na pessoa!

MADEIRAS carvalho francês, carvalho americano, amburana, sassafrás, jaqueira, castanheira, pinho…

Imagem: Chips de carvalho

Temos uma riqueza de madeiras incrível! Apesar do tempo curto ( estamos à 37 dias da festa!), é possível usar chips de madeira pra trazer uma certa complexidade. Chips podem ser colocados até no barril na cerveja já pronta. Normalmente embebidos em algum destilado, que vai além de dificultar a proliferação de algum agente contaminante, vai trazer as características da bebida pra sua cerveja também, caso não queira isso, opte por uma vodka.

 LACTOBACILLUS lambicus, buchneri, casei, brevis; E PEDIOCOCOS

Imagem: Fine Art America

Como as leveduras de cerveja, os lactobacilos metabolizam os açúcares como a principal fonte de energia, mas, no lugar de álcool (como as leveduras), produzem ácido lático. Embora seja indesejável na maioria das cervejas, existem alguns estilos de cerveja para os quais os lactobacilos ajudam a criar parte do sabor característico da cerveja. Estes incluem a maioria das cervejas belgas ácidas, como lambics, sours americanas e até mesmo a tradicional Berliner weisse.

O malte geralmente tem grandes populações de Lactobacillus nas cascas. Então, algumas cervejarias alemãs usam uma pequena quantidade de malte para inocular no mosto não fermentado afim de  acidificá-lo. Este mosto secundátio “azedo” pode então ser usado para a acidificação do mosto principal sem violar a Reinheitsgebot (Lei da Pureza Alemã).

Onde comprar? Cliquei aqui.

LACTOSE, MEL E CHOCOLATE Milkshake IPA? Stout Capuccino? Mel de laranjeira, chocolate Porter…

Imagem: Huff Post Brasil

Aqui você entra na zona das bebidas mistas, assim considerada a cerveja que leva produtos de origem animal, pela nossa legislação.

A lactose é um açúcar granulado fino, não fermentado pelas leveduras, que adiciona corpo e textura macia às cervejas.  A lactose proporciona apenas 1/6  da doçura da sacarose, que é o açúcar de mesa, por isso não é doce, mas definitivamente pode dominar se você colocar muito. Você pode adicionar entre 2 a 7% de lactose no final da fervura para resultados interessantes.

Já o mel é totalmente fermentescível e pode alterar bastante seu cálculo de graduação alcoólica. Você pode adicionar nem qualquer etapa desde a fervura, fermentação, maturação ou até mesmo no envase. Mas cuidado para evitar explosões de garrafas. E a pasteurização é recomendada para adições a partir da fermentação primária.

O sabor de chocolate você pode encontrar na forma de nibs ou extrato de cacau. Caso você queira adicionar o chocolate mesmo, saiba que ele leva gordura e portanto, pode estragar com sua espuma. Experimente a misturinha de nibs de cacau na fervura com extrato de fava de baunilha na maturação. Isso te dará o sabor quase que exato do chocolate ao leite. #FICADICA

CORREÇÃO DE ÁGUA Cálcio, Magnésio, Sulfato, Zinco e Cloretos

Imagem: Huff Post Brasil

Vão ajudar no perfil da sua cerveja. Uma água “dura” (Cálcio e Magnésio) normalmente é mais indicada para cervejas escuras, enquanto a água “mole” é indicada para a fabricação de cervejas claras. Zinco na quantidade certa vai fazer bem às leveduras, o sódio pode deixar sua cerveja salgada como o famoso estilo da região de Goslar.

BRETT

Eu sei, eu sei… não temos mais de um ano pra ter cerveja com aroma de estábulo… hehehe, mas vocês sabiam que a bretta é usada para fermentação da cerveja afim de deixar o perfil dela frutado (pêssego, manga e abacaxi) e de final seco? Sim! Temos cervejas fresquinhas com a temida Brettanomyces. Apesar da fama, a Bretta pode sim ser controlada mesmo em casa. O segredo é sanitização! Uma boa limpeza, na verdade é o segredo sempre!

Ajudei ou Atrapalhei? Agora ficou uma dúvida maior né?

OBS: Manga in natura e polpa de manga pasteurizada, vão trazer as mesmas características sensoriais pra sua cerveja…nada contra você usar se quiser… mas não vai contar como ingrediente extra pro QMTP. Caju e doce de caju contam sim como elementos diferentes, pois além de um perfil diferente, ainda tem diferença grande em relação ao açúcar.

Beijos brettados

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: