Ir para conteúdo

Quero fazer cerveja. E agora?

❤ Escrito por Patrícia Sanches

Olá cervejeiras (os)!

Estamos a ponto de inaugurar a Confraria Feminina mais legal das terras Pernambucanas. A Maria Bonita Beer!!! Mas até lá muitas receitas de cerveja e horas de produção irão rolar em nossas cabecinhas. Enquanto isso, que tal conversarmos sobre como começar a fazer cerveja???

Eis que você vê nas redes sociais, blogs, em jornais, em podcasts, vídeos do youtube, várias pessoas comentando sobre a cerveja artesanal. E de fato, tem pano para  a manga. E ai você decide que se fulano faz, eu também posso fazer né? Sim!!! Claro! É extremamente acessível de produzir a sua própria cerveja em casa.

instagram

Redes sociais, podcast Beercast Brasil (meu preferido)

Mas e ai? Por onde começo?

Calma amiga(o)! Vamos te ajudar!

Primeiro passo é conhecer cada processo da produção cervejeira. Para isso existem diversos livros que podem te ajudar (visite a nossa estante cervejeira). Fazer cerveja é uma ciência. Isto envolve conhecimentos em química, biologia, física, mecânica, entre outros… Mas nada de outro mundo. Não se assuste ainda! kkkk

Conhecendo os processos, eis que você precisa de equipamentos! Sim! Equipamentos! E muitas vezes algumas “gambiarras” são necessárias. E este será assunto para um post específico. Aguardem =)

  • Processos -ok
  • Equipamentos- ok

Qual o próximo passo? Conhecer as matérias-primas: malte, adjuntos,lúpulo, levedura, água! É tudo o que você precisa para fazer aquela receita de cerveja deliciosa e que você irá se orgulhar em engarrafar e presentear/compartilhar com seus amigos.

Mas não é tão simples assim. Você precisa responder algumas perguntas antes de começar a produzir. Vamos lá?

  1. Que estilo de cerveja eu quero?
  2. Que cor eu espero que ela fique?
  3. Que sabores/aromas eu quero ter na minha cerveja?
  4. Gostaria da cerveja mais ou menos forte? Mais ou menos amarga? Mais ou menos encorpada?

A resposta da questão nº 3 vai influenciar diretamente na escolha dos maltes, adjuntos, tipos de lúpulo e até mesmo na levedura que você irá fermentar a sua cerveja.

malte_pilsen

Fonte: arquivo pessoal.

Você precisa conhecer como a escolha de cada material vai acrescentar, evidenciar ou ocultar algum sabor ou aroma que você queira mais ou menos no seu líquido sagrado. ❤ Para isso o Beer Judge Certification Program  (BJCP) pode te ajudar e muito nessa missão. Porém não vai te dar tudo de mão beijada não tá? Você terá que aprender testando ou pegando instruções de alguém que já fez e deu certo.

Existem milhares de receitas na internet, em fóruns colaborativos e até mesmo em livros. Só com o tempo e com a prática, você saberá se aquele sabor frutado que você espera pode ser obtido por um lúpulo Northern Brewer ou  um Nelson Sauvin por exemplo.

  • Processos -ok
  • Equipamentos- ok
  • Sabores e aromas esperados – ok

Agora precisamos montar a receita! E agora? Quem poderá nos defender?

Além de receitas prontas (como eu falei acima), existem alguns softwares que podem te ajudar a construir a sua receita, mas de qualquer forma, precisam de todos os conhecimentos prévios que tratamos mais adiante.

brewmate

 

Dois softwares bastante citados: Brewmate (que eu tenho usado) e o BeerSmith.

Mais na frente a gente até pode testar os dois e levantar seus pontos fracos e fortes.

  • Processos -ok
  • Equipamentos- ok
  • Sabores e aromas esperados – ok
  • Receita – ok

Outra pergunta pode passar pela sua cabeça. Onde comprar insumos?

Uma opção é a internet.  Aqui em Recife, até pouco tempo atrás você poderia comprar insumos apenas pelo mercado virtual diretamente nas lojas especializadas em insumos ou nos sites de algumas microcervejarias do sul e sudeste. Pagar o frete e esperar chegar. Mas agora temos duas boas lojas: a Villa do Malte e a CiFrio. Elas vendem insumos e até mesmo alguns equipamentos. E soube que sócios da ACervA-PE compram com desconto nessas lojas.

Bom , é isso! Este foi mais um post introdutório para tudo que a gente tá planejando trazer para cá! Vai ter muita coisa boa. Festas, receitas, equipamentos… Vai acompanhando para não perder nada tá?

Beijos carbonatados, Paty!

2 comentários em “Quero fazer cerveja. E agora? Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: